sábado, 29 de agosto de 2009

QUESTÃO ENCADERNADO-INVASÃO SECRETA ESPECIAL-LANÇAMENTOS



Recebemos hoje na loja

DC
QUESTÃO EDIÇAO ENCADERNADO
TRINDADE Nº 01
UNIVERSO DC DECISÕES Nº 01
SUPERMAN/BATMAN Nº 50
DIVERSOS NUMEROS ATRAZADOS E EDIÇÕES ESPECIAIS

MARVEL
AVANTE VINGADORES Nº 32
MARVEL ACTION Nº 32
WOLVERINE Nº 57
X-MEN ANUAL Nº 01
X-MEN/HOMEM ARANHA Nº 01
INVASÃO SECRETA ESPECIAL Nº 03
DIVERSOS ESPECIAIS COMO AS BIBLIOTECAS MARVEL -


MANGÁS
MPD PSYCHO 09
BLEACH 26
MELODIA INFERNAL
BERSERK 50
NARUTO 28
YUGIOH Nº 33
FULL MOON Nº 04
TENJO THENGE Nº 08
NANA Nº 12
FUTARIH 07
HELLSING Nº 15
HUNTER X HUNTER Nº 17
DIVERSOS NUMEROS ATRAZADOS DE PEDIDOS

zonafranca34@hotmail.com
(55) 3026-0950
Jesus Ferreira

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

JACK KIRBY E O BICENTENARIO COM CAPITÃO AMÉRICA


JACK KIRBY - Capitão América E O BICENTENARIO AMERICANO!

Quando Jack Kirby retornou a Marvel (1975), depois de sua experiência de Cinco anos na Distinta Concorrência, um dos títulos que ele assumiu foi Capitão América. Era um momento especial para o velho Rei, pois ele estava no controle total da coleção.
Com liberdade para criar os mais incríveis cenários e as mais mirabolantes tramas, o Rei leva o Sentinela da Liberdade e o Falcão a uma saga que desemboca na edição especial CAPITAIN AMERICA SPECIAL BICENTENNIAL ISSUE! Uma edição das chamadas Treasury - edições gigantes – casualmente por puro acaso, este seria o numero 200 da edição gringa do Capitão.
Estas aventuras foram publicadas no Brasil na Editora Bloch. A saga da Bomba da Loucura...
Apesar do problema com as cores, a Bloch editou um fabuloso almanaque, de 1976, em formato gigante, com duas aventuras do Capitão, uma do Hulk e outra do Homem Aranha. E também uma aventura com o Homem coisa. Este almanaque da Bloch é do mesmo tamanho da ediçao da Marvel.
Voltando á edição gigante numero 200, há um detalhe bastante curioso a respeito da arte final desta edição. Além dos amigos Herb Trimpe e John Romita, Kirby contou com o fantástico Barry Windsor Smith, que naqueles tempos ainda assinava Barry Smith. Este é o único trabalho onde Smith passa a tinta o lápis do Rei. Os grandes desenhistas, Romita, Trimpe e Smith rendiam uma justa homenagem ao homem que criou todo um, não, um não, MUITOS universos.
Quanto á aventura em si, o Rei quis deixar demonstrado com este especial que, o Capitão América é mais que um herói, mais que um soldado, é o verdadeiro espírito da América. E para mostrar isto, o Rei faz o bom Capitão visitar aos maiores momentos da vida americana nestes 200 anos.


Uma magnífica edição que mais uma vez mostra toda a genialidade de um dos maiores autores de todos os Tempos.

Em muitos sites oficiais ou não consta esta ficha :
Jack Kirby
Nascimento: 28 de agosto de 1917
Morte: 6 de fevereiro de 1994

Para mim não significam nada estas datas, pois o Rei sempre vai estar aqui comigo, em cada pagina que viro, em cada uma e outra vez que sua obra
me maravilhar como sempre fez desde meus 10 anos .
O Rei segue vivo e Longa Vida ao Rei.

Jesus Nabor Ferreira
zonafranca34@hotmail.com

SUPERMAN E A BOMBA DA PAZ - GRAPHIC NOVEL



Uma graphic novel totalmente produzida na Europa mostra o Homem de Aço contra agentes secretos e espiões.

Os estados unidos desenvolveram um invento que pode anular todas as armas atômicas, porem não querem dividi-lo com ninguém.

Um pacifista, Theodore P Wyatt, viaja junto com a jornalista Lois Lane á Europa para revelar os detalhes da "Bomba da Paz". Ele está sendo vigiado de perto por agentes da CIA, KGB e Superman.
A viagem vai de Amsterdam a Helsinki, passando por Copenhague, Oslo e Estocolmo e oferece aos viajantes experiências sensacionais... E perigosas. Wayt está sendo perseguido por alguns dos mais letais assassinos do Mundo. E alguém muito poderoso e conhecido está por trás de toda esta trama.


Super Homem e a bomba da paz é uma produção puramente Dinamarquesa (algo até então inédito na DC) a primeira vez que uma história de Superman é criada e desenvolvida fora dos EUA.

O desenhista Teddy Kristiansen é um velho conhecido dos leitores Brasileiros da Linha Vertigo. Com trabalhos em títulos como House of Secrets, Sandman Teatro do Mistério, Grendel, Kristiansen tem um estilo que lembra o expressionismo alemão... Mas nesta aventura, ele esta mais leve, com uma pegada bem limpa. Sua composição de pagina, às vezes, parece querer lembrar ao modelo usado por Miller, mas com um nítido estilo todo pessoal e Europeu.

Esta minha edição é da Zinco, que foi uma das maiores editoras de Quadrinhos da Espanha.
Esta grande aventura nunca foi editada no Brasil.

Jesus Nabor Ferreira

zonafranca34@hotmail.com


quinta-feira, 27 de agosto de 2009


O MUNDO ERA UM PLANETA DOS MACACOS!


Era uma noite fria de meados dos anos setenta, eu e meu avô estávamos ansiosos para que chegasse logo as 22:00, pois durante a semana anunciaram o novo filme da PRIMEIRA EXIBIÇÃO –titulo do programa de sábado a noite da Rede Globo - O PLANETA DOS MACACOS. Mal sabia eu que estava por assistir a um dos maiores clássicos da ficção e aventura de todos os tempos.

De repente a tela explode em uma vastidão de estrelas e começa a viagem junto ao Astronauta (sim, usava-se este termo naqueles anos inocentes) comandante TAYLOR.

As implicações filosóficas e de cunho político social deste filme (que foi baseado no livro homônimo de PIERRE BOULLE) não é o que me interessa analisar ou discutir. Hoje passados 40 anos do surgimento do filme O PLANETA dos MACACOS (1968-USA) ele ainda é motivo de culto, suas legiões de fãs em todo mundo seguem adorando aos personagens: Cornelius, Zira, Ursus, Zaius, Tailor, Nova, Brent, Cesar, Galen, Col. Alan Virdon, M, Peter Burke, Urko, etc. Pode-se dizer que foi graças á franquia O PLANETA DOS MACACOS que outros filmes como ALIENS, STAR WARS, tiveram o sinal verde para serem produzidos. A macacomania descobriu um filão que seria explorado nas décadas seguintes.


No Brasil não foi diferente do resto do mundo. Depois da estréia na TV, a macacomânia espalhou-se por todo o país. Surgiram diversos produtos relacionados com a série, desenhos animados, seriado, revistas em quadrinhos. Até mesmo um personagem de um programa humorístico caracterizou-se como macaco: quem não lembra do Macaco Charles do famoso O PLANETA DOS HOMEMS e seu bordão: O MACACO ESTÁ CERTO! Ou então: Não preciso Explicar, Eu só queria Entender!


No meio dos anos setenta a editora BLOCH aproveitando a onda, lançou o BLOQUINHO CINEMA: PLANETA DOS MACACOS era um titulo da MARVEL COMICS que nos primeiros números trazia os filmes em quadrinhos. Porém com o passar dos números, aventuras originais foram criadas para a série. Este titulo da Bloch durou 17 números e teve 01 edição especial.Eram revistas em formatinho e a cores.


A série de filmes foi aos poucos perdendo sua força e a saga encerrou-se na sua quinta longa metragem já sem o brilho e originalidade dos dois primeiros.

Também houve um seriado para televisão que não logrou alcançar o sucesso esperado.Estreou em setembro e saiu do ar em dezembro de 1973 com apenas 14 episódios produzidos (também foi exibido no Brasil pelas emissoras GLOBO e SBT) e foi descontinuado em sua primeira temporada.


Menos sorte ainda teve o desenho animado que teve apenas 13 episódios.Ano de produção 1975. Apesar da qualidade indiscutível do programa, não fez o sucesso esperado junto á molecada. Estes foram exibidos no Brasil nas tardes da Rede Globo.


Em 2001 o mundo conheceu uma nova versão do Romance de Boulle. Desta vez Tim Burton (diretor considerado CULT nos EUA : Batman (1988),Edward mãos de tesoura, Os fantasmas se divertem,) criou sua visão do livro deixando de lado muito do que foi o primeiro filme de 1968. Não considero esta versão um REMAKE do filme de J. Schaffner mas um novo filme, muito mais fiel ao livro do que seu predecessor.


O planeta dos macacos foi um fenômeno de massa, tudo que levasse a marca da macacada vendia como água. Eram brinquedos, pôster, revistas, camisetas, etc, etc. As pessoas ao mesmo tempo em que se assustaram com o filme, também quiseram gostar daqueles “monkiesman”!

Não quero que explique, eu só quero entender o porque aquela cena final, de TAYLOR, ajoelhado na praia, olhando para aquele símbolo, caído, semi destruído, ainda é tão poderosa que faz com que eu tenha vontade de sair daqui e ir assistir novamente ao PLANETA DOS MACACOS!



MACACOGRAFIA BASICA:


BLOCH EDITORA – BLOQUINHO CINEMA – revistas em formatinho 17 exemplares + 01 numero extra -anos 70


BOX DVD – O PLANETA DOS MACACOS-05 LONGA METRAGENS + DVD EXTRA COM DOCUMENTARIO SOBRE A PRODUÇÃO DOS FILMES


LIVRO :QUANDO OS MACACOS DOMINAVAM A TERRA – OPERA CULT


Escrevi este texto que foi publicado no ano passado , em homenagem aos 40 anos do filme Planeta dos Macacos, no jornal A Razão , de Santa Maria - RS


Jesus Ferreira

zonafranca34@hotmail.com




quarta-feira, 26 de agosto de 2009

SHANG CHI - MESTRE DO KUNG FU ! CLÁSSICO MARVEL DE ARTES MARCIAIS !

SHANG CHI – O MESTRE DO KUNG FU

Em meados dos anos 70 um dos mais exitosos títulos da Marvel era justamente um que o personagem

principal não tinha super poderes.

Calcado em cima dos gêneros Artes Marciais e espionagem, o Titulo Master of Kung Fu era um sucesso tanto de vendas como de critica. Criado por Steve Englerhart e Jim Starlin, foi com os autores Doug Moench e Paul Gulacy que o herói alcançou seu maior sucesso em uma saga que misturava harmoniosamente filosofia oriental com tramas de espionagem internacional. Gulacy, um dos maiores admiradores do genial Steranko, criou uma saga visualmente irrepreensível, com tomadas de ação e drama nunca antes vistas em um titulo Marvel. O roteiro cheio de reviravoltas e traições de Moench deixava o leitor sem fôlego.

As aventuras de Shang Chi foram publicadas no Brasil em pelo menos 04 editoras distintas:

Ebal – KUNG FU Nº 01 (1974) capa lindamente pintada por Neal Adams. Revista em formato Magazine, preto e branco. 52 paginas.

Bloch editora nº01(1975) – Formatinho a cores em 68 pagina...

Editora Abril – Perambulou por diversos títulos, sendo os mais importantes deles: Heróis da TV, Capitão América e SUPERAVENTURAS Marvel. Também estrelou alguns especiais, como Grandes Heróis Marvel e Almanaque Mestre do Kung Fu. – Formatinho a cores!

Editora Panini – Protagonizou uma mini-serie no titulo Max.

Há tempos os fãs deste grande herói Marvel têm pedido a republicação da sua saga. Infelizmente parece que há uma questão sobre os direitos autorais (Dr. Fu Manchu é criação de Sax Rohmer) que impede a Marvel de republicar estas sagas que, sem sombra de dúvida, formam um dos maiores momentos dos quadrinhos de aventura de todos os tempos.

Jesus Ferreira

Zonafranca34@hotmail.com

terça-feira, 25 de agosto de 2009

THOR DE MIKE MIGNOLA- CONTOS DE ASGARD



Um dos mais respeitados artista da "nova" leva de autores surgidos nos meados dos anos 80, Mike Mignola deixou sua marca dem dezenas de personagens. Seu traço e estilo é um dos mais identificaveis de toda a industria.
Mignola nunca escondeu que bebeu diretamente da fonte inesgotavel de idéias e conceitos que Jack Kirby aportou para o gênero, tornando-se um dos seu mais reconheciveis discipulos...
Nestes pequenos contos, Mignola se junta a Tom DeFalco para contar
um passagem da juventude do Deus do Trovão, um dos personagens Marvel mais identificado com o lendário Jack Kirby.
Mignola mais uma vez imprime sua personalidade a um herói clássico.

Jesus Ferreira
zonafranca34@hotmail.com

sábado, 22 de agosto de 2009

O TEX DE ANDREA VENTURI


Andrea Venturi, TEX, Circo e as figuras distorcidas!

No inicio dos anos 90 surgiu no staff bonelliano um novo e talentoso desenhista. Seu nome Andrea Venturi. Tendo iniciado no titulo “Cult” Dylan Dog, Andrea logo prestou seu talento ao grande herói da casa editorial Bonelli, o mítico TEX WILLER. Como é praxe na Bonelli, os “novos” autores não começam logo no titulo mensal e sim em edições especiais (o quê, diga-se de passagem, mais do que uma desvantagem, na opinião deste que escreve, é uma maneira de dar segurança ao novo artista para ir encontrando-se com o mundo do personagem) como aqui foi o caso de Venturi. Ele estreou no Almannaco Del West 1996.

Andrea Venturi trouxe um novo frescor ao mundo do Ranger, com um estilo muito realista, de fortes sombras e anatomias perfeitas, seu desenho me lembra muito um grande autor americano que revolucionou os quadrinhos no fim dos anos 60: Neal Adams.

É uma pena que Venturi não seja um autor rápido e que não tenhamos tantas aventuras desenhadas por ele no titulo Tex. É como dizem sempre: Qualidade e quantidade não costumam andar juntos.

Há, quanto cenários, em suas aventuras, certa predileção, não sei se do roteirista, ou do próprio Venturi, por

ambientes circenses, com uma fauna de personagens caricatos e estranhos. Cenário perfeito para o desenhista apresentar todos seus recursos. Em o Matador de Índios, Venturi desenha um assassino mascarado, fato pouco usual nas aventuras do Ranger. Na história, Missão em Sierra Vista, mais um desfile de personagens estranhos, e um Tex agindo em solitário.

Mas é na história Ópio, que Venturi apresenta seus tipos mais estranhos: Uma trupe de atores, onde há uma estranha relação de ódio, paixão, desprezo, ganância e crime, entre os seus componentes. Tex e Carson investigam uma operação de tráfico de drogas e acabam cruzando o caminho desta estranha “família”.

Na próxima aventura desenhada por Venturi, uma história mais corriqueira dos Rangers, mas nem por isto, o desenhista deixa de dar seu toque pessoal ao Texto. Nas Florestas de Oregon é uma aventura que leva Tex e Carson ao encontro de seu amigo Gros Jean para investigar um caso de sabotagem. Os dois amigos têm de assumir um disfarce para infiltrarem-se entre os Lenhadores. E mais uma vez Venturi nos apresenta um par de personagens pitorescos e caricatos: O gigante, O anão, o traidor covarde ...Até agora estes foram os trabalhos de Venturi editados aqui no Brasil com o Tex . Todos de uma qualidade fora de série.

Estamos todos esperando pelo novo trabalho de Venturi, que trará de volta um grande inimigo do Ranger, O Tigre Negro. Que, diga-se de passagem, um dos últimos grandes inimigos de Tex Vivo! E dizer isto, não é dizer pouca coisa!

Jesus Ferreira

Zonafranca34@hotmail.com

LANÇAMENTOS HOJE -DC CRISE FINAL ESPECIAL 01 / VINGADORES INVASORES


Recebemos hoje na zona franca comics os seguintes titulos :
DC COMICS
DIMENSÃO DC LANTERNA VERDE#12
NOVOS TITÃS #67
CRISE FINAL ESPECIAL #01
BATMAN#80
SUPERMAN #73,74,75

MARVEL
MARVEL MILLENIUN #92
OS NOVOS VINGADORES #67
X-MEN EXTRA #92
VINGADORES/INVASORES # 04

MANGA
AISHTERUE BABY #03
BLOOD + #04
D.GREY- MAN # 05
MARMALADE BOY #05

Edições especiais
Eu Sou Legião
O Pequeno Principe

diversos numeros de mangás e comics atrazados.
As imagens não estao muito boas, pois foram tiradas
com o celular...

zonafranca34@hotmail.com
(55) 3026-0950

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

The show must go on -

Falando de trás para frente

porque o tempo não volta

porque andarei até ver uma resposta

grafite escrita ás avessas no muro

invisivel

observe minhas cinzas

o medo do desconhecido

matamos o que não compreendemos

agora:

fale para trás

o encanto disfarça o medo

a necessidade de avançar veemente

observe minhas cinzas, filha

observe minhas cinzas

necessito mais que a ilusão

esta é feita com espelhos

e coelhos

e pombos...

achei que havia encontrado o

caminho

até o centro do labirinto invisivel

e eu havia-talvez - achado

nada mais que a entrada

observe minhas cinzas

quando o mágico aparece e as luzes se acendem

quando estou de cartola

e fraque de muitos bolsos

quando estou falando para tras...

então eu soube que entrava no labirinto

e uma vez ,abandonando a ilusão

e os outros

todos, o grande , o incrivel, o mestre da ilusão, passados todos eles,

quando viram minhas cinzas

eu descobri

o vazio

o lugar oco no centro do labirinto

nenhum retorno

nenhum caminho de volta

nem mesmo falando para tras

nem mesmo falando para tras

refugiei-me na segurança

num mundo de ilusão

no palco da ribalta

todos me viam porém não enxergavam

p0rque eu não falo de tras para frente

porque eu nao digo

(etion es-manrot satelobrob)

e a noite não se torna borboletas

nade de mim darei ao publico

como faço com espelhos

e cordões e truques

a desilução da ilusão e as mãos

enganam o olho

minha vida é como a luz estroboscópica

e olhando para trás só posso veer

cadávares de animais e pássaros

que se exibem comigo no palco

escurecido

e me ajudaram a enganar a todos

encantos de pássaros e cartolas a todos

todos olham minhas cinzas

curvo-me à frente pela ultima vez

com o orgulho que convem a um

prestidigitador

descendo em chamas

subindo em fumaça....

...

Jesus Ferreira

zonafranca34@hotmail.com


PANINI E A VERTIGO - EIS A QUESTÃO !



Quando foi anunciado para nós logistas que saíria um especial encadernado do Questão, em capa dura, formato de luxo, eu me perguntei o quê exatamente a Panini estava buscando com isto...


A resposta para a Questão aparece agora...Vertigo !


Antes da Vertigo, na DC, havia uma linha de Quadrinhos sugeridos para leitores Maduros. Os titulos Monstro do Pântano, Arqueiro Verde e Questão encabeçavam esta linha. Isto antes de Sandman, Preacher, Y, the lastMan, etc...


O Questão foi apresentado para nós na revista do Batman em formatinho - Abril - segunda série.


Com um argumento do mago Dennis O´Neil e arte de Denys Cowan.


Quando houve o anuncio deste material, eu confesso que fiquei sem saber o que pensar: Por lado é um material de primeira e que ainda não havia recebido no Brasil o tratamento merecido...E por outro, justamente por seu conteúdo , é algo nem um pouco comercial. Espero que as vendas deste especial façam com que a Panini se anime e lançe os outros arcos do personagem e na rabeira disto, o ARQUEIRO VERDE de MIKE GRELL...




Jesus Ferreira


quinta-feira, 20 de agosto de 2009

JOHN BYRNE & HOMEM ARANHA - SUPERALMANAQUE


Em Janeiro de 1989 chegava ás bancas a edição número 67 da revista Homem-Aranha. A chamada de capa dizia : Uma edição assinada por John Byrne!
Dentro havia 04 histórias, 02 do Aranha, 02 do Quarteto.
A edição abria com "grandes momentos Marvel" Homem Aranha e Vespa versus Equinox.
O quê muita gente talvez desconheça,porque na revista não se menciona nada sobre, é o fato desta ser a segunda parte da aventura. A editora Abril desconsiderou a edição anterior da MTL onde o Aranha faz dupla com o Jaqueta Amarela.
Ja na proxima história (lembram-se, são 02 do aranha) ele faz dupla com a Tigresa. Ambos enfrentam Kraven.






Na segunda parte desta revista,temos os Quatros Fantásticos. Na verdade,e esta é umas curiosidades destas duas aventuras,vemos apenas três dos menbros da primeira familia marvel...Eles enfrentam á um Dr Destino mais insano que nunca, que conta com a ajuda de Tyros ,o Terrivel. Mas os heróis de Nova York contam com a ajuda cósmica do Surfista Prateado. Mas espere, e o Sr Fantástico, vocêr irá se perguntar...Bem,Reed, infelizmente encontra-se neste momento em ...
Corta !
SuperAlmanaque Aranha nº06 - Editora Rge,1982 132 paginas. Não fosse pelas primeiras 20 paginas, este seria também uma edição totalmente desenhada pelo Genial Byrne.
O cabeça de teia faz parceria com : Vespa,Jaqueta Amarela,Tigresa,Tocha,Miss Marvel e Punho de Ferro. Cortesia de Claremont e Byrne.
Um mega Almanaque e um mega numero do aranha da Abril. Ambos disponivel no estoque da ZONA FRANCA COMICS,.
zonafranca34@hotmail.com
(55) 3026-0950

Jesus Ferreira

ÁLBUNS E EDIÇÕES ESPECIAIS - DEVIR E CONRAD





Recebemos hoje na zona
franca comics um lote de livros e edições especiais
das editoras devir e Conrad! Passo a listar os mesmos:
-Lourenço mutarelli - um dos
mais reconhecidos talento do quadrinho nacional: mundo pet, o dobro de cinco, o rei do ponto
-Lovecraft - dos autores Keith Giffen, Hans Rodionoff e arte do argentino Henrique breccia. Um conto de horror biográfico justa homenagem á um dos maiores ícones do gênero horror e fantasia. Imperdível.
-Courtney Crumrin e o pacto dos místicos - segundo volume que conta as aventuras da jovem Courtney em meio a duendes, bruxas, feiticeiros, fadas.
-whiteout - ponto de fusão - Greg Rucka, Steve lieber - novamente Greg Rucka nos leva ao desolado e congelante ambiente da antártica. Uma aventura policial de primeira. Imperdível.
-30 dias de noite, dias sombrios e retorno a Barrow - a trilogia de Steve Niles e Ben Templesmith que fez nosso sangue congelar em 2003 quando foi lançada pela primeira vez! Uma história de vampiros que foi levada ao cinema e alcançou um ótimo sucesso! Eu disse vampiros, não estas coisas que andam ultimamente por ai, ouvindo song for a vampire... vocês sabem do que estou falando....
-fabulas vol. 3 - o livro do amor - Bill Willingham ,Mark Buchkiungham, Steve leialoha - um grande sucesso do selo vertigo, a série fabulas é uma rajada de originalidade e frescor em um meio onde o requentamento de velhas formulas parece ser a regra. Fabulas vem ser a exceção a confirmá-la.
- um contrato com deus e outras histórias de cortiço - uma grafic novel do mestre Will eisner, o homem que deu nome a todo um gênero... dizer mais seria simplesmente constatar o obvio.

- lost girls vol. 3 - Alan Moore - quando o homem que fez monstro do pântano, watchmen, v de vingança, a piada mortal, resolve brincar com Wendy, Alice e Dorothy tem-se a certeza que os contos de fadas nunca mais serão o mesmo. Moore descortina todas as fantasias e descobertas sexuais e eróticas destas três mulheres...
- incal vol. 01, 02,03 - a obra mestre de jodorowski e moebius - em três belos álbuns toda a genialidade de moebius. O retrato de um momento único no cenário mundial da ficção científica.

Conrad:
- chibata - João Candido e a revolta que abalou o Brasil - a
história de João cândido e a revolta da chibata, uma pagina importante na história do Brasil em um álbum de luxo. Imperdível.
- Joe sacco- uma história de Sarajevo - mais um dos grandes álbuns de Joe sacco - quadrinhos e jornalismo se misturam de uma maneira única pela ótica de sacco.
-Calvin & Harold - o mundo é mágico, tem alguma coisa babando embaixo da cama, e foi assim que tudo começou e o mais novo lançamento da Conrad: a hora da vingança - não há nada a se falar da obra mestra de Bill watterson. Você tem é de pegar qualquer um destes livros, encherem uma caneca de cereal com leite e aproveitar este belo dia chuvoso!
- chalaça - o amigo do imperador - André Diniz e Antonio Eder adaptam com bom humor a história de uma personagem marcante da história do Brasil imperial.
- Neil Gaiman - coisas frágeis e os filhos de anansi - o primeiro é um livro de contos, onde mais uma vez Gaiman mostra toda sua genialidade. O segundo é a continuação direta de deuses americanos (pelo menos é o que deixa supor vagamente a resenha na orelha do livro-não li ainda, então, não vou jurar.)
- Che uma biografia -mangá
- Che- Hector oesterheld e
Alberto e enrique breccia - publicada a primeira vez em 1968, em plena ditadura argentina, esta obra, de três dos maiores quadrinistas argentinos, agora é editada em uma versão luxuosa pela Conrad. Imperdível.
- gourmet - lançamento da Conrad - este não apenas um simples livro em quadrinhos japonês, ou seja, um mangá... é isto e muito mais, é conhecimento e divertimento na medida certa...bom apetite..


Jesus ferreira
zonafranca34@hotmail.com
(55)3026-0950